Edição 142

Clique na imagem abaixo para folhear nossa revista



CURTA NOSSA PÁGINA

VOCÊ ESTÁ EM: HOME / ENTREVISTA /

Dr. Paulo Bottura Filho

Entrevista
Fotos: Milton Flávio SEM LEGENDA

Dr. Paulo Bottura Filho

Cirurgião-dentista, mestre e professor da “Unirp”, sócio-proprietário da “Neoclinic”, fala sobre a odontologia estética

A dedicação aos estudos sempre esteve atrelada àobstinação pelo perfeccionismo na vida do jovem cirurgião-dentista Paulo Bottura Filho. Nascido em Ibirá, ele seguiu os passos de sua irmã, quando decidiu cursar Odontologia. A graduação, pela “Unimep”, em Lins, foi sequenciada por uma série de diversos cursos e estudos direcionados àárea. Segundo o profissional, o conhecimento em múltiplos aspectos éa mais importante medida para se obter os melhores resultados. “Em qualquer área de atuação e para o próprio crescimento como pessoa, o aprendizado éfundamental. Hoje em dia, a odontologia deixou de ser uma área em que se trata apenas dos dentes das pessoas. Háa necessidade de entender o paciente, seus anseios e necessidades, pois os dentes, além da função fisiológica, estão ligados àbeleza, àharmonia da face e, consequentemente, àautoestima”, comenta o profissional, que atua na área de estética, implantes e cirurgia plástica periodontal, além de ser sócio-proprietário da “Neoclinic - Odontologia e Saúde”, de São Josédo Rio Preto, mestre e professor do curso de graduação e pós-graduação da Odontologia da “Unirp”.

Ala Vip - Atualmente o que existe de mais avançado em se tratando de tratamentos estéticos?
Dr. Paulo
- Ao longo dos anos, as técnicas se aperfeiçoaram de tal maneira que, hoje, épossível conceber aos pacientes dentes em formas e tonalidades com aspectos altamente naturais. A possibilidade dos implantes dentários bem como a reabilitação protética com coroas cerâmicas e lentes de contato envolvem os principais procedimentos para garantir o melhor aspecto ao sorriso. Muitas vezes, o conjunto entre implantes e lentes de contato configura a melhor opção a inúmeras pessoas que, tempos atrás, não tinham a menor possibilidade de ter um ou mais dentes de forma fixa e com naturalidade. Hoje em dia, temos, por exemplo, o “Cerec CAD/CAM”, um sistema moderno e tecnológico, pelo qual épossível moldar os dentes de forma 3D e instalar as coroas ou lentes em apenas uma consulta. O programa possibilita analisar e concluir, com precisão, os moldes para restaurações, que antes demorariam até mais de uma semana, com a necessidade de enviar a um protético. O que existe de mais fascinante para o profissional de minha área éa evolução da tecnologia e dos materiais cada vez mais precisos e de alta qualidade. Dessa forma, a função e a estética caminham juntas aos novos conceitos, possibilitando alcançar a excelência dos resultados. Muitas vezes, um sorriso funcional e bonito promove um novo estilo de vida ao paciente, que passa a perder a timidez ao sorrir, e se abre às novas possibilidades em seu cotidiano.

Ala Vip - A odontologia no Brasil éconsiderada entre as melhores do mundo. Na sua opinião, a que se deve este fato?
Dr. Paulo
- No que diz respeito aos profissionais, sem dúvida, éa formação. A grade de ensino e os padrões curriculares, bem como os cursos de pós-graduação no Brasil são destaque em relação aos demais países. Atualmente, nosso país tem uma odontologia tão importante quanto a do Canadá, que éuma referência mundial, bem como dos Estados Unidos e de alguns países da Europa. Além da excelência em graduação, o Brasil também tem profissionais mais bem refinados quanto àcapacitação estética, e não sóàfunção mecânica do sorriso. Jáem se tratando da população, de modo geral, acredito que, as novas gerações de nosso país têm noção maior em relação aos cuidados com a saúde bucal, com a preservação dos dentes. A prevenção éde suma importância e a noção de que tais cuidados são importantes devem ocorrer desde a infância, para que os hábitos sejam mantidos no decorrer da vida do paciente. Ponto também positivo no Brasil éque, diferente de muitos do mundo, temos a inserção de importante porcentagem de flúor na água que bebemos.

Ala Vip - Épossível dizer que no Brasil háum certo modismo em vários aspectos, considerando outras áreas, seja na moda do vestuário, na coloração dos cabelos, no uso de silicones, entre outros. Consequentemente, nota-se um excesso de muitas pessoas em relação aos tons muito claros dos dentes. Qual o seu ponto de vista?
Dr. Paulo
- Como profissional, posso afirmar que a harmonia deve prevalecer, considerando tamanho, forma, posição, tonalidade e idade do paciente. Sem dúvida, o sorriso claro demais pode proporcionar um aspecto muito artificial. Mas, cada paciente éúnico. Em muitos, éjustamente a cor mais clara que ficarámelhor. Em outros, as nuances menos claras. Épreciso agir com bom senso. Mas, muitas pessoas preferem dentes brancos, algumas em seu mais elevado nível. Então, diante desse fato, a vontade do paciente também deve ser levada em conta. Não vejo como um real modismo, mas como uma possibilidade de realizar desejos. Ter dentes brancos e bonitos éum sonho para muitas pessoas. Desde os antigos filmes com as atrizes de Hollywood, lindas e com sorrisos perfeitos, bem como os astros do cinema e novelas, as pessoas jáalimentavam tal sonho.

Ala Vip - No que diz respeito aos tratamentos com o uso de implantes, hácontraindicações?
Dr. Paulo
- Existem poucas, mas, de modo geral, estão ligadas a algumas doenças cardíacas, diabetes não controlada, recente exposição àradioterapia, entre outras. Não hálimite em relação àidade avançada, porque hápossibilidade de uso de enxerto ósseo natural e artificial, se preciso. Jáa idade mínima estabelecida éapós os 16 a 18 anos, pelo fato de que, antes desse período, os ossos ainda não cresceram completamente, havendo exames específicos para se verificar isso.

Ala Vip - Como épossível definir um sorriso ideal?
Dr. Paulo
- Podemos afirmar que seria o sorriso que não expõe a gengiva de forma exagerada, que tenha os dentes alinhados, que tenha harmonia entre o tamanho dos dentes e da face. Aliás, muitas pessoas não sabem o quanto a face estáenvolvida no conjunto do sorriso, da mesma forma que os lábios. Éo equilíbrio de todos esses fatores que determina o sorriso ideal. Lembrando que, a estética nunca éo princípio. Ela éum complemento que auxilia nas medidas que promovem o equilíbrio. Todos os pacientes que me procuram por estética são fotografados antes e um estudo minucioso érealizado para se chegar ao sorriso ideal e o melhor éque eles participam do processo de desenho do novo sorriso.

Ala Vip - Muitas pessoas avaliam que os tratamentos estéticos são de alto custo. Como vocêvêesse fato?
Dr. Paulo
- A mão de obra no Brasil éexcessiva, porém os materiais são importados e, na maioria das vezes, da Alemanha, dos Estados Unidos e do Japão, que têm os melhores produtos mundiais. Os impostos em nosso país estão entre os mais elevados do globo. Mesmo assim, não considero que seja caro investir em algo tão precioso quanto os dentes, o sorriso. Háquem considere caro investir na estética dos dentes, algo relativamente fixo e que revela sua própria imagem, mas não acha caro comprar um relógio, ou uma joia, por um maior valor. Então, a questão émais cultural, em diversos casos, do que financeira.

Ala Vip - Fale sobre seus principais objetivos e a respeito de seus novos cursos?
Dr. Paulo
- Um de meus projetos éinvestir em uma estrutura maior de nossa clínica. Mas, tudo de maneira bem planejada, de acordo com nossas necessidades. Quanto aos cursos, continuarei com a nossa pós na “UNIRP”, em lentes de contato, e participando de vários outros. Da mesma forma, promoverei palestras, como no próximo mês, no “Ciclo de Estética da APCD”, em Marília. No mês de novembro, no “Congresso da Sociedade Brasileira de Odontologia Estética”, em Maceió. Jáno primeiro trimestre do próximo ano, em Lima, no Peru. Tivemos a felicidade de sermos premiados no “Congresso Digital Smile Design”, em Miami, nos Estados Unidos, onde apresentamos um trabalho a respeito de cirurgia plástica periodontal combinada àtoxina botulínica e lentes de contato, para tratamentos do sorriso gengival exagerado.

SEM LEGENDA



Veja Também