VOCÊ ESTÁ EM: HOME / NOTÍCIAS /

Vila Redentora

Foto atual do bairro Redentora

Vila Redentora
O coração de São José do Rio Preto

Não é por acaso que a Vila Redentora é o mais famoso e charmoso bairro de São José do Rio Preto. Reduto de consagrados pontos comerciais, gastronômicos e de entretenimento, além de reunir importantes nomes de profissionais da área de saúde e beleza, bem como hospitais, escolas e empresas de diversos segmentos, o local é considerado um verdadeiro cartão-postal. vista aérea da Vila Redentora, em 1964Vista aérea da Avenida Alberto Andaló, em 1972, com vista para a Vila RedentoraBairro vizinho do centro da cidade, ele divide as avenidas Bady Bassitt e Alberto Andaló, as principais do município. Mesmo cercado pela evolução urbana, como de grandes centros e, até mesmo, capitais, ele consegue ter ares menos cosmopolitas, com destaque as suas ruas arborizadas, como também a presença da arquitetura que expressa sua história em conjunto com a contemporaneidade.
Frequentado, diariamente, por milhares de pessoas de toda a região, a Vila Redentora foi um dos últimos bairros do centro de Rio Preto, por volta dos anos 1940, após a construção da Casa de Saúde Santa Helena, na Rua Independência, que era a última rua da cidade. Empresário e político visionário, o coronel Vitor Brito Bastos, comprou 66 alqueires de terra, que formam hoje o bairro da Redentora. Em seguida, após se tornar um dos primeiros prefeitos da cidade, ele empreendeu e fez, em suas terras, o primeiro aeroporto de Rio Preto, na conhecida pistinha, onde hoje estão localizados o Hospital Santa Helena e a Escola Estadual Cardeal Leme, uma das referências educacionais do bairro.
Aeroporto, conhecido como pistinha, em 1947, onde é, hoje, a Escola Estadual Cardel LemeO coronel, Victor Brito Bastos, em 1927
Após a instalação da linha de ferro no município, em 1912, a cidade deu um “boom” em sua expansão, com a construção de hotéis, comércios, hospitais e belíssimos casarões. Logo foi construída a Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração que, praticamente, iniciou a criação da Vila Redentora, bairro que tem as ruas nomeadas com nomes dos familiares do coronel.
Casa de Saúde Santa Helena, em 1963
Mas foi com a inauguração da Beneficência Portuguesa, em 1968, e do IMC, em 1977, que a Redentora se tornou um bairro muito expressivo de Rio Preto, criado, inicialmente, como um local nobre residencial. No entanto, após o crescimento da cidade, tornou-se um bairro comercial.




Veja Também