ÚLTIMAS DA REDAÇÃO

VOCÊ ESTÁ EM: HOME / NOTÍCIAS /

SEED: O verde do interior na capital

O verde do interior na capital: prédio com mata atlântica na fachada será construído em São Paulo

SEM LEGENDA

Concebido pela incorporadora Gamaro e assinado pelo botânico Ricardo Cardim, o empreendimento batizado de Seed oferecerá para cada unidade até 4,8m2 de jardim composto por bioma nativo

SEM LEGENDA 

As cidades do interior do Estado de São Paulo guardam lindas paisagens, muito verde, ar puro e uma vida mais próxima à natureza. É inegável a diferença desse cenário em comparação a capital, e se tornou normal ver pessoas que vivem na metrópole terem interesse em deixar o caos pela tranquilidade de um município menor. Mas também existe o contrário, de pessoas que desejam ou precisam morar na cidade de São Paulo.

 SEM LEGENDA

Para quem deseja viver na capital sem deixar o contato com a natureza, a incorporadora Gamaro lançou um empreendimento imobiliário residencial completamente inovador e singular. Batizado de Seed (semente, em inglês), o projeto segue a tendência mundial de valorização da natureza em meio ao concreto - que já pode ser vista, por exemplo, em Paris, Milão e Nova Iorque - e traz para o contato direto com os moradores o conceito de terraço pocket forest, que dá origem à primeira fachada integrada a espécies de floresta construída em ambiente residencial. “Estamos assistindo a um movimento de decisão pela reinvenção. As grandes cidades querem o verde como protagonista, assim como a natureza é mais presente nas cidades do interior, e São Paulo é uma das capitais que começou a despertar para esta tendência. E nós chegamos com o que queremos que seja uma primeira semente plantada para que São Paulo enxergue o verde como a cor do futuro da cidade”, declara Vinicius Amato, diretor de incorporação da Gamaro.

SEM LEGENDASEM LEGENDA

Cada unidade contará com até 4,8m2 de jardim composto por vegetação da mata atlântica e por árvores frutíferas, já cultivadas em viveiro próprio e entregues em fase adulta. Assinado pelo botânico Ricardo Cardim, responsável por mais de 500 projetos de telhados verdes, jardins verticais e paisagismo sustentável e criador das três primeiras reservas públicas de vegetação nativa de Cerrado na cidade de São Paulo, o empreendimento usará no plantio da vegetação uma tecnologia própria de substrato para manter jardins típicos de terra firme com leveza e baixa espessura em espaços mais compactos e elevados.

SEM LEGENDA

O projeto das sacadas foi feito de forma estrutural para que as espécies tenham espaço para crescer e para conviver em harmonia com as atividades realizadas no espaço. Ele segue um padrão de alinhamento intercalado e também de variação das espécies, que podem ser Ipê Amarelo, Jabuticabeira, Embaúba, Ingazeiro entre outros. O espaço estará conectado a uma estação meteorológica que terá a missão de realizar o cuidado eletrônico, como a irrigação correta, de acordo com as condições climáticas.
Além disso, a manutenção das plantas será realizada pela Gamaro, sem custo adicional, durante os cinco primeiros anos do edifício, tempo necessário para que a vegetação se consolide por completo.
Com o slogan “o verde venceu” a proposta da Gamaro é proporcionar uma melhor qualidade de vida e a valorização do tempo das pessoas que enxergam na natureza uma reconexão com suas origens e com atividades que as aliviam da tensão diária imposta pela rotina. Além disso, de forma comprovada, essa espécie de jardim vertical beneficia os moradores do Seed ao proporcionar um ambiente mais natural e saudável.

SEM LEGENDASEM LEGENDA

O empreendimento com torre única ocupará um terreno de 2.800 metros na Rua Casa do Ator, 200, na Vila Olímpia, em São Paulo. São duas opções de metragem para as unidades (81 m2 e 84m2) e mais um espaço de até 4,8m2 de terraço pocket Forest com as floreiras e, na composição modelo, a planta contempla duas suítes. Ao todo serão quatro unidades por pavimento. 

SEM LEGENDASEM LEGENDA

O hall dos elevadores é único: são três equipamentos para quatro apartamentos (dois sociais e um para serviços). Para completar, o projeto terá spa, espaço fitness, sauna, piscina, espaço gourmet com churrasqueira e salão de festas.
A equipe de profissionais envolvidos com o Seed é composta por nomes importantes e reconhecidos nacional e internacionalmente. A arquitetura é assinada por Francisco Petracco, renomado arquiteto que desde a década de 70 se dedica a mudar o panorama da arquitetura paulista e soma no portfólio importantes iniciativas acadêmicas. O paisagismo foi projetado por Eduardo Mera, que tem no DNA do seu trabalho o conceito de brasilidade bastante alinhado com a proposta do botânico Ricardo Cardim de inserção de mata atlântica na fachada. E, por fim, a decoração é obra de Carlos Rossi, responsável pelo design de interiores de projetos nacionais e internacionais e que acaba de ser premiado como melhor decorador em Dubai. “Nós queremos que as famílias moradoras do Seed sintam prazer em poder colher no seu próprio terraço uma fruta fresca em uma pausa e que sintam que dentro daquele seu espaço a vida acontece com mais calma e com mais alma, assim como acontece nas cidades do interior, do que nas ruas agitadas que cercam o trabalho e o lazer”, completa o diretor de incorporação da Gamaro.




FONTE: Growth Comunicações

Veja Também