VOCÊ ESTÁ EM: HOME / Arquitetura /

Art 1

Art1

Símbolo da inovação, um dos mais modernos edifícios de São José do Rio Preto é resultado de retrofit do escritório Solange Calio Arquitetos

SEM LEGENDA
A arquiteta Solange Calio

SEM LEGENDA
Ícone do estilo moderno, o Art 1,
que será lançado no próximo ano 


O nome não poderia ser diferente. "Art 1", o edifício que começou a mudar a paisagem vertical de São José do Rio Preto desde as primeiras expressões de seu retrofit, que leva a assinatura do escritório de arquitetura “Solange Calio Arquitetos”, representa um dos símbolos máximos da arquitetura contemporânea em toda a região. Com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2020, o edifício já chama a atenção de quem passa pela Av. José Munia, ou mesmo pela Rodovia Washington Luís, com seu visual que une beleza e modernidade. Para a arquiteta, consagrada por sempre romper barreiras dos padrões comuns, o desafio foi transformar um prédio, cuja estrutura inicial seria de apartamentos, em um prédio comercial, tendo que adaptar tudo de acordo com normas e necessidades. Foi necessário reformular todos os cômodos, retirando as paredes internas. Afinal, em projetos comerciais as estruturas devem ser flexíveis. As paredes já existentes também exigiram reforços e as sacadas foram reajustadas, mas, respeitando toda a sua volumetria. Elas foram colocadas em uma posição em que não houvesse tanto sol, porque não adianta somente ‘encapar’ tudo em um região quente como a nossa. Isso pode até acontecer em outros países, mas, geralmente, lugares assim, também dispõem de outros recursos e investimentos. A divisão é de um andar por cliente, que contará com 255 metros quadrados de espaço", comenta. "Esse trabalho tem um grande significado na história de nosso escritório e ficamos muito felizes com o resultado que já nos concedeu pelo reconhecimento. Nosso objetivo foi realmente promover identidade com atemporalidade e imponência, com suas luzes, curvas e traços geométricos. Todos esses elementos parecem conversar entre si", explica Solange. “A tecnologia nos permite criar inúmeras possibilidades, mas eu não poderia deixar de falar da minha equipe, que trabalha em sintonia. Pensávamos: de que forma podemos transformar esse projeto em um ‘marco’ para a população? Acredito que arquitetura é isso: um presente para a cidade. Precisamos ter muito cuidado e respeito com o que projetamos e entregamos, porque a obra vai estar ali, edificada, junto às futuras gerações”, finaliza. 






Veja Também