ÚLTIMAS DA REDAÇÃO

VOCÊ ESTÁ EM: HOME / SAÚDE /

Dra. Ana Valeria Ramirez - Nutróloga

ARTIGO | NUTROLOGIA
Dra. Ana Valeria Ramirez
Foto: Rodrigo Cruz

Microbiota e Mapeamento Genético: 
As peças que faltavam para a sua dieta

SEM LEGENDA

A obesidade é uma doença crônica caracterizada pelo acúmulo excessivo de gordura corporal e pode acarretar várias complicações na saúde das pessoas tanto a médio quanto longo prazo, sendo considerada, atualmente, a maior desordem nutricional dos países de primeiro mundo e também nos subdesenvolvidos. A microbiota pode ser vista como um órgão metabólico sinergicamente ajustado a nossa fisiologia, a qual executa funções importantes na manutenção e defesa do nosso organismo. Dados recentes mostram que os trilhões de bactérias que normalmente residem no trato gastrintestinal humano afetam a aquisição e regulação da energia, mas ainda sugere que pessoas obesas e magras possuem grande diferença em sua flora intestinal.

Estudos atuais indicam forte relação entre a obesidade e a composição da microbiota intestinal. Como dito acima, a microbiota pode ser vista como um órgão metabólico que se ajusta diretamente a nossa fisiologia, o qual executa funções que nosso organismo não conseguiu evoluir a ponto de desempenhá-las sozinho. Estas funções incluem a habilidade de processar componentes dietéticos indigeríveis, tais como os polissacarídeos dos vegetais e função antibacteriana, pois as bactérias exercem proteção ecológica intestinal, impedindo o estabelecimento das bactérias patogênicas. Também possui função imunomoduladora, uma vez que a microbiota interage com as células do epitélio intestinal do hospedeiro e provoca uma resposta contínua do sistema imune; este, por sua vez, tende a se desenvolver e constituir-se como um importante componente ao sistema imune.

Com toda certeza, quando falamos de equilíbrio e saúde, precisamos falar também dos fatores genéticos que podem induzir o acúmulo de gordura corporal. O mapeamento genético, por exemplo, é um mapa cromossômico que irá mostrar qual a relação relativa dos seus genes e qual a melhor formar de cuidar deles. Por ser uma técnica personalizada, ela específica diretamente as necessidades e disfunções do seu corpo. No entanto, é preciso ressaltar que as condições ambientais têm forte impacto em nossa expressão genética, mostrando que os bons hábitos e o estilo de vida saudável podem, sim, melhorar nossa saúde e bem-estar.

Dra. Ana Valeria Ramirez - Nutróloga

CRM. 90463 - RQE 172977

Especialista pela ABRAN e AMB




Veja Também