ÚLTIMAS DA REDAÇÃO

VOCÊ ESTÁ EM: HOME / SAÚDE /

Dr. José Salim Cury

Artigo | Cirurgia Plástica
Dr. José Salim Cury
Foto: Alexander Rodrigues

Inverno ou Verão? 

Por que as cirurgias plásticas se tornam mais frequentes durante os meses mais frios?

Para muitas pessoas, o pensamento sobre a melhor época a escolher quando realizar uma cirurgia plástica pode ficar limitado ao período de férias ou feriados prolongados, quando a pessoa teria tempo para uma recuperação mais tranquila. Faz todo sentido. No entanto, uma questão importante que as pessoas devem avaliar, também, é em relação ao clima, ou seja, se devem fazer no inverno ou verão. 
No período do inverno há um aumento no número de cirurgias plásticas, principalmente os procedimentos mais invasivos, como lipoaspiração, colocação de próteses, lifting facial, rinoplastia, entre outros. Isso porque, durante a estação, existe maior conforto e menor exposição ao sol, o que prejudicaria a cicatrização. Além disso, passados os meses de recuperação, os pacientes estarão prontos e na melhor forma para curtir o verão, já acostumados ao resultado do procedimento. Para se ter uma ideia, com a chegada do outono e dos dias mais frios, o número de cirurgias plásticas estéticas pode aumentar até 50% segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), dependendo do tipo de cirurgia.
No inverno, as baixas temperaturas amenizam hematomas e inchaços naturalmente. Procedimentos como abdominoplastia e lipoaspiração, que requerem o uso de cintas cirúrgicas, as quais esquentam o corpo, são melhor tolerados durante os dias mais frios. O clima ainda facilita o repouso, indispensável para a completa recuperação dos pacientes. 
Vale reforçar que o clima propício do inverno não é suficiente para garantir o sucesso da cirurgia e da recuperação.  A cicatrização é um processo de reparo em que o tecido conjuntivo fibroso se prolifera, substituindo a área da incisão por uma cicatriz. A qualidade de uma cicatriz está intimamente ligada a fatores genéticos e biológicos, porém, uma boa técnica cirúrgica e de sutura feita pelo cirurgião plástico, aliada aos devidos cuidados no pós-operatório, são indispensáveis. 
Por isso, é extremamente importante, mais do que realizar um procedimento estético no inverno, escolher uma clínica de confiança e um cirurgião qualificado, sério e competente. Apenas para ilustrar, uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) destacou que 94% dos erros médicos em procedimentos são cometidos por profissionais que não são especialistas em cirurgia plástica. Verifique se o cirurgião é membro associado ou titular da SBCP e se o hospital está preparado e estruturado para o atendimento intensivo, em caso de uma emergência inesperada. Sua saúde e segurança valem muito mais do que qualquer intervenção estética feita de forma despreparada, seja ela feita no inverno, outono, primavera ou verão. 

SEM LEGENDA

Dr. José Salim Cury é especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e possui Residência em Cirurgia Plástica pelo Hospital da Plástica, em Botafogo, Rio de Janeiro. Também é Especialista pela American Society of Plastic Surgeons.




Veja Também