Edição 150

Clique na imagem abaixo para folhear nossa revista



CURTA NOSSA PÁGINA

VOCÊ ESTÁ EM: HOME / SAÚDE /

Dra. Alexandra Romero Angeloni

Artigo
Foto: Milton Flávio
Dra. Alexandra Romero Angeloni

PRÓTESE SOBRE IMPLANTE

Técnica permite a melhora da mastigação, da estética e da fonética, além de melhorar a autoestima do paciente

SEM LEGENDAA prótese sobre implante foi a única solução cabível e viável para a reabilitação de pacientes que, durante muitos anos, tiveram todos os dentes perdidos (edêntulos), com prótese total convencional (dentadura ou ponte móvel).
A falta de dente total pode debilitar o paciente tanto funcionalmente, quanto esteticamente. Após a perda dentária, inicia-se um contínuo processo de reabsorção óssea, que tende a se acelerar com o uso de dentaduras. O resultado desse processo é a diminuição do volume ósseo, a perda da força residual, a redução da dimensão vertical da face e a instabilidade protética, gerando achatamento da face e desconforto na utilização da prótese.
A prótese total era o ideal para pacientes edêntulos. No entanto, com ao passar dos anos, com descobertas dos implantes, descobriu-se que a prótese total não tem tanto benefício. Isso porque, os pacientes a utilizam têm apenas cerca de 20% da mastigação. Então, é lícito afirmar que não têm uma mastigação perfeita, o que gera problemas gástricos, intestinais, além da perda de absorção dos nutrientes.
A prótese total interfere também na fonética, por ela ser presa no palato (céu da boca). O paciente também tem desconforto porque, em alguns casos, ela pode ter movimento. Diante dessa deficiência da prótese total e com a chegada dos protocolos sobre implantes, foram apresentados benefícios, tanto em fonética quanto na mastigação. O procedimento aplica uma prótese presa em quatro, cinco, ou seis implantes e traz inúmeras garantias ao paciente.
Depois de instalar os implantes, (pino de titânio que substitui a raiz do dente), o cirurgião-dentista fixará a prótese sobre os implantes já cicatrizados. O período pode variar conforme a capacidade de cicatrização de cada um, uma vez que, dependendo das condições específicas, a prótese poderá ser instalada no mesmo procedimento, chamado de implante com carga imediata.
O dentista confecciona os moldes e, depois de pronta a prótese, realiza uma série de testes necessários para determinar a altura, o tamanho e o formato dos dentes, antes de fixar a prótese nos pinos do implante.
O protocolo sobre implante traz, ao paciente, 85% da mastigação novamente, em que o paciente conseguirá mastigar os alimentos corretamente e sem tirar a prótese, que é fixa e não tem o “céu da boca”, melhorando a fonética e aumentando a autoestima, pois ele não terá que ter medo da prótese se movimentar e ter instabilidade.
A reabilitação da saúde bucal, por meio do implante, é uma solução eficaz, segura, duradoura e que agrada aos pacientes. O dentista direciona o paciente ao acompanhamento pós-cirúrgico e observa no pós-implante a presença ou não de infecções e orienta o paciente quanto à higiene e aos exames que devem ser feitos.
A melhora da mastigação, da estética e da fonética são visíveis na qualidade de vida dessas pessoas.

Dra. Alexandra Romero Angeloni
Rua Antônio de Godoy, 4112 - Redentora
17. 3355. 8900




Veja Também