Edição 134

Clique na imagem abaixo para folhear nossa revista



CURTA NOSSA PÁGINA

VOCÊ ESTÁ EM: HOME / SAÚDE /

Verão e Cirurgia Plástica

Artigo
Dr. Antonio Carlos Roma Junior
Foto: Milton Flávio

Verão e Cirurgia Plástica


Cuidados que promovem melhores resultados 

SEM LEGENDA
Com o verão se aproximando, é comum nos lembrarmos das férias, dos dias de descanso, dos momentos agradáveis com a família e os amigos, além do calor, das praias e das piscinas. Nessas situações, o corpo fica à mostra, o que leva ao desejo de melhorar a imagem corporal, seja por meio da alimentação adequada, da prática de exercícios físicos, ou por procedimentos de cirurgia plástica. Alguns detalhes, porém, devem ser lembrados, no que diz respeito à programação da cirurgia. Embora seja uma época propícia para a realização  desse procedimento, devido à época em que, geralmente, o paciente tem mais tempo disponível, é preciso que ele tenha cuidado quanto à exposição ao sol. Isso porque, durante o início da cicatrização, a cicatriz apresenta-se avermelhada e, com o tempo, vai clareando e ficando pouco aparente. Esse período de clareamento pode levar até quatro meses, sendo que, durante esse tempo, a exposição ao sol faz com que a cicatriz fique manchada e escura - o que também pode acontecer com as equimoses de pele, que são frequentes após uma lipoaspiração, por exemplo. O uso de protetor solar nas áreas operadas é altamente recomendável, como também o uso de clareadores leves, à base de vitamina C.
Devido ao calor, em cirurgias maiores, principalmente que envolvam lipoaspiração, a desidratação é um fator importante a ser prevenido. Nesse caso, é importante a ingestão hídrica diária superior a três litros nos primeiros dias, evitando a hipotensão (queda de pressão), que pode ser potencializada pelo calor excessivo do verão.
Em relação às viagens, tudo vai depender do meio de transporte utilizado. Se o paciente for viajar de avião e o trajeto for de poucas horas, ele poderá fazê-lo em uma semana, sem qualquer problema. Já as viagens mais longas, como, por exemplo, as de automóvel, só são aconselhadas após, em média, 15 dias. No entanto, é importante lembrar que, nas primeiras semanas, haverá a necessidade de retornos frequentes ao médico, para avaliação dos pontos, curativos e das drenagens linfáticas. Há também necessidade de repouso, por isso a atividade física deverá ser suspensa por período variável, dependendo do procedimento realizado.
Com planejamento adequado e tomando-se os cuidados necessários, é totalmente viável a realização de cirurgias plásticas durante o verão, uma vez que esses e outros detalhes serão explicados pelo cirurgião plástico. Aproveite bem a estação mais esperada do ano, que já se aproxima!

Dr. Antonio Carlos Roma Junior - CRM 126.123 - Cirurgião Plástico
Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica