Edição 130

Clique na imagem abaixo para folhear nossa revista



CURTA NOSSA PÁGINA

VOCÊ ESTÁ EM: HOME / SAÚDE /

Lifting Invisível

Artigo
Dr. Carlos Roberto Antonio e Dr. João Roberto Antonio
Foto: Milton Flávio

SEM LEGENDA


Lifting Invisível
Rejuvenescimento com fios absorvíveis
Uma nova alternativa no rejuvenescimento facial não cirúrgico foi aprovada pela ANVISA e lançado neste mês no Brasil. Trata-se dos fios reabsorvíveis de ácido polilático e lactide glicolide. Esses fios são uma excelente opção para o rejuvenescimento da face em pacientes que desejam um resultado imediato e sem cortes. No passado, muitos fios foram feitos para proporcionar o efeito lifting de rejuvenescimento, mas o que acontecia é que eles não eram absorvíveis, ou seja, o organismo poderia rejeitá-los, pois não os reconheciam como material biodegradável. Os fios antigos também eram grossos e pouco flexíveis e mudavam de lugar, apontando ou saindo da pele.
Já os fios modernos de polilático são finos, biodegradáveis e moldáveis na pele. Eles apresentam pequenos cones, que funcionam como garras, e tracionam a pele flácida, que desaba próxima ao pescoço, na linha da mandíbula, ou a pele flácida do pescoço. Melhoram o contorno da face e dão “aquele detalhe” quando puxamos a pele com a própria mão para simular rejuvenescimento. Em muitos países foi chamado de “lifting invisível”, pois o paciente melhora sem cortes ou pontos. Isso ocorre, porque, inicialmente, existe a própria tração, que puxa a pele flácida e, posteriormente, nos meses seguintes, ocorre o estímulo de colágeno do organismo, em resposta à colocação do fio e do próprio material. Portanto, esse procedimento é considerado um dos maiores estimuladores de novas fibras colágenas, responsáveis pela sustentação da pele. O procedimento dura em torno de 30 minutos e o resultado é imediato. Não há dor no pós-procedimento, além de não haver cicatrizes ou pontos, pois, com apenas dois a seis furinhos, é feito a colocação dos fios, que já ficam presos, naturalmente, na pele. Essa aplicação, embora simples, necessita de profissional com alta experiência em procedimentos cirúrgicos, pois precisa ser colocada no plano correto para tracionar (puxar) a pele corretamente.
É importante lembrar que esses fios necessitam de uma boa escolha do paciente, uma vez que não é indicado para pessoas com pele muito flácida. A grande vantagem desse procedimento é que pode ser associado a outras técnicas, como toxina botulínica, preenchimento com ácido hialurônico e lasers, propiciando resultados mais rápidos, eficazes e naturais ao rejuvenescimento sem cortes.


Dr. João Roberto Antonio
Professor Emérito de Dermatologia da Famerp.  Chefe do Serviço de Dermatologia do Hospital de Base. Membro da Academia Americana de Dermatologia e Europeia de Dermatologia. Membro Titular da Clínica Pelle - São José do Rio Preto/SP


Dr. Carlos Roberto Antonio
Professor Responsável pela Cirurgia Dermatológica e Laser da Famerp e Titular da Clínica Pelle - São José do Rio Preto/SP



Veja Também