Edição 130

Clique na imagem abaixo para folhear nossa revista



CURTA NOSSA PÁGINA

VOCÊ ESTÁ EM: HOME / SAÚDE /

Dra. Andreia Monteiro da Costa

Saúde
Rafael Rossi
Foto: Milton Flávio


SEM LEGENDA


Saúde no Inverno

Médica pneumologista, Dra. Andreia Monteiro da Costa, explica como prevenir doenças respiratórias

Considerada a estação mais charmosa, o inverno também pode ser classificado como o período mais perigoso para a saúde, já que problemas respiratórios, gripes e resfriados tornam-se mais intensos nessa época do ano. Segundo a médica pneumologista, Andreia Monteiro da Costa, membro da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, não há uma forma específica de evitar as doenças. Porém, algumas dicas simples podem dificultar o contágio.
As doenças mais comuns no inverno estão relacionadas com o aparelho respiratório. As principais são os resfriados e gripes, além das sinusites, rinites e faringites. O resfriado é o mais simples. Causado por uma série de vírus, é disseminado por pessoas que já estão contaminadas. “O contagio acontece quando o indivíduo saudável tem contato com as gotículas expelidas durante a tosse ou secreção de pessoas doentes. Ele pode curar-se por si só, ou por meio de remédios sintomáticos”, explica.
Já a gripe, causada pelo vírus “influenza”, é mais preocupante. “O problema maior é que ela pode afetar as vias aéreas inferiores, levando a um quadro de pneumonia grave”. O vírus da gripe H1N1, por exemplo, ainda assusta, embora tenha ocorrido um controle com as vacinas. Essas doenças se confundem porque apresentam quadro clínico muito semelhante. Ao contrário do resfriado comum, na gripe, ocorre febre alta e calafrios, dores no corpo e articulações. Também é comum haver intolerância à luz e lacrimejamento. O principal desafio ainda é conscientizar as pessoas quanto aos meios de prevenção e o perigo dessas doenças, que, mesmo em uma porcentagem baixa, também podem ser causadas por bactérias e necessitar de antibióticos, sob supervisão médica.
Os cuidados para diminuir as chances de ficar doente são simples: manter nariz umidificado e limpo; ambiente umidificado; evitar lugares fechados e com aglomerações; deixar locais de trabalho bem arejados, manter as mãos sempre limpas. Praticar esportes também é muito vantajoso, pois melhora o sistema imunológico. “As doenças dos pulmões, por exemplo, são tão importantes quanto às do coração, e o quadro mais preocupante está relacionado àqueles que já possuem alguma doença crônica”, explica. “Uma dessas doenças é a bronquite, e, no que se refere a ela, o vício do cigarro é uma das principais causas. Isso ainda preocupa muito, tanto que, no último dia 30 de maio, no ‘Shopping Cidade Norte’, ocorreu uma campanha em comemoração ao ‘Dia Mundial de Controle ao Tabagismo’, que contou com minha presença. No evento, foram distribuídos panfletos, camisetas e foi realizado a espirometria, que é um exame que ajuda no diagnóstico da bronquite”, salienta Andreia.
A pneumologista, Dra. Andreia Monteiro da Costa - CRM 124.066




Veja Também